E o detalhe final, que eu acho o máximo, são os “Wild Hibiscus Flowers”. Estas flores comestíveis (parecem uma espécie de gelatina) são colocadas no fundo das taças e, quando o champagne é servido, as bolhas sutilmente abrem as pétalas da flor. Ao terminarmos o drink, ainda poderemos comer o docinho… um luxo não?